Saiba como rankear seu site no google – Alcance resultados de verdade.

Saiba como rankear seu site no google – Alcance resultados de verdade.

Neste post iremos mostrar como é  possível rankear seu site ou blog nos mecanismos de busca.Atente para as dicas abaixo,embora simples são  de extrema eficácia para estar bem posicionado.
1 – Palavras-chave
As palavras-chave (e muitas vezes frases-chave) são aquelas palavrinhas que, em sequência ou isoladas, são inseridas nas ferramentas de busca quando um internauta faz uma pesquisa. As ferramentas de busca como Google, Yahoo! e Bing as utilizam para trazer o que consideram o melhor resultado para a sua busca.
A ideia é escolher palavras que tenham um número alto de procura, porém que tenham um número baixo de concorrência. Tente escolher o que chamamos de palavras-chave de calda longa.

1.1 – Palavra-chave na url

Ter a palavra chave na url ajuda a melhorar a relevância da sua página e melhora o ranqueamento.
Palavra-chave no título como aparecer no google
Ter a palavra-chave no título é um sinal muito forte para o Google e pode ajudar a melhorar seu posicionamento.
Usar a palavra-chave no início do seu título dará ainda mais relevância em questão de ranqueamento.
Embora esse fator tenha perdido sua força ao longo do tempo, ainda traz benefícios.

1.2 – Palavra-chave na meta descrição

Usar a palavra-chave em sua meta descrição também é importante. Você também deve usar a meta descrição para incluir outras palavras e termos relacionados.
Palavra-chave na tag h1, h2, h3…como aparecer na primeira página do google
A tag H1 é um fator muito forte para o Google e deve incluir a palavra-chave que você quer ranquear.
Palavra-chave nas outras headings (h2, h3…)
Utilizar a palavra-chave em outras headings, como h2 e h3, também ajuda no posicionamento.
No entanto, não utilize a mesma palavra exata. Aproveite essas headings para usar termos relacionados e sinônimos.

1.3 – Palavra-chave no corpo do conteúdo

Usar a palavra-chave algumas vezes no corpo do conteúdo também é um fator positivo para melhorar a relevância da página. Mas cuidado com os excessos.
Alguns sites falam para ter uma densidade (quantas vezes a palavra-chave aparece) de 1 a 3%.
Ordem das palavras
A ordem em que as palavras-chave aparecem no seu site também tem impacto no posicionamento. Por exemplo, se alguém procura por “download de livro de receitas”, vai encontrar resultados diferentes da busca por “livro de receitas download”, mesmo que a intenção de busca seja a mesma.
Semântica das palavras-chave
A websemântica é usada pelos buscadores para ajudar a entender exatamente o que você está buscando.  Se você pesquisa por “laranja”, por exemplo, pode ser a fruta ou a cor laranja.
Incluir palavras relacionadas ao termo que você está trabalhando no título, na descrição e no conteúdo, ajuda ao Google compreender sobre o que você está falando.

2 – Título

Não adianta tentar incluir todas as possíveis palavras-chave relacionadas à página, principalmente em relação à página principal (home page) do site. Isto pode até ser considerado Keyword Stuffing.

2.1 – Mantenha seu título pequeno e sucinto. Sugerimos não utilizar mais do que 70 caracteres (o W3C recomenda 64), a não ser que você queira que sua página apareça com título quebrado nas páginas de resultados de buscas:

 

2.2 – O título deve ser baseado nas palavras-chave relativas à página. Isto é importante para que os usuários e robôs de busca possam ter uma noção inicial do que a página aborda. Certifique-se de empregar as palavras utilizadas no título no decorrer da página.

2.3 – A mensagem do título deve ser atraente e cativante para fazer com que o usuário clique no seu site ao invés dos outros listados na página de resultados.

3 – Adicionando Imagens

Nós todos sabemos que as imagens chamam muita atenção dos nossos leitores, porém as imagens também possuem uma grande importância no ranqueamento de seu site.

Então para que podemos otimizar nossas imagens de forma a ajudar posicionar nossos artigos diante dos motores de busca seguiremos os seguintes passos.

  1. Salve suas imagens no seu computador com o nome da palavra-chave (palavrachave.png) antes de enviá-las ao seu blog.
  2. Comprima ela usando um software chamado Riot. Isso diminuirá o tempo de carregamento do seu blog.
  3. Faça o upload das suas imagens e adicione o texto alternativo a suas imagens utilizando as palavras-chave.
  4. Adicione também a tag Alt do título das imagens utilizando a palavras-chave.

 

4 – Vídeos

Utilizar vídeos em sua estratégia de marketing é fundamental, pois essas ferramentas, além de cada vez mais populares, têm entre os consumidores grande credibilidade e poder de transmissão de mensagens.

Um dado interessante, por exemplo, já mostra que 85% das pessoas que vê um vídeo explicativo sobre um produto ou serviço está mais propenso a comprá-lo no final das contas.

Não se esqueça de acrescentar  sua palavra-chave no título do vídeo.

5 – Meta Dados

O Google e os demais motores de busca adoram palavras-chave, e se sua meta descrição tiver essas palavras-chave mais um ponto para você na hora de otimizar seus artigos. Em um resultado de pesquisa sua meta descrição aparece logo abaixo do seu link, se sua meta descrição for boa ela vai te render mais cliques.

Para escrever sua meta descrição você tem que tomar como base 4 fatores:

  • Ela tem que ter suas palavras-chave.
  • Deve descrever seu artigo.
  • Deve despertar o interesse do leitor.
  • Não deve ser maior que 155 caracteres se você quiser que o Google mostre ela por inteira.

  6- Tamanho do conteúdo

Apesar de não ser uma informação oficial, muitos sites que estão no top 10 têm artigos com pelo menos 2.000 palavras.

Isso não é regra, pois existem site sem conteúdo algum e no primeiro lugar do Google, mas como eu disse, não é apenas um fator que vai colaborar, mas sim uma fusão de todos os pontos aqui listados.

Conteúdos mais longos tendem a ter mais compartilhamentos e sinais sociais. Ah, e convertem mais também.6 –

7 – Velocidade do site

Um dos fatores para melhorar no posicionamento é o tempo de carregamento do site, mas esse é um fator que interfere pouco em relação ao ranqueamento.

Ter um site rápido é muito melhor para conversão, pois ninguém gosta de esperar por um site carregando lentamente.

Existem estudos de caso que mostram que um site rápido converte o dobro de um site com carregamento lento. Tudo é teste!

 Conclusão

Apresentamos nesse post  alguns fatores a serem analizados.

É importante lembrar que esses fatores mudam a cada atualização do Google e a lista tende a crescer cada vez mais.